Frege sobre Kant: uma motivação filosófica do logicismo

Manuela Teles

Resumen


Em 1882, Frege escreveu a Anton Marty que o seu projeto era provar que as leis fundamentais da aritmética são analíticas no sentido de Kant. A resposta a esta carta foi assinada por Carl Stumpf, que aconselhou Frege a escrever sobre as suas motivações para a criação da linguagem formal que apresentou na sua Begriffsschrift, escrita três anos antes. Os Grundlagen der Arithmetik, que Frege publicou dois anos depois, podem ser vistos como o seu resultado por seguir o conselho de Stumpf. Aí, Frege menciona Kant novamente, tanto enquanto motivação para o seu programa logicista como enquanto um seu opositor. Neste artigo, pretendo compreender esta influência de dois lados de Kant nos propósitos de Frege. Para isso, apresento e discuto excertos dos Grundlagen onde Frege fala sobre Kant. Mostro que, depois de rejeitar a proposta de Kant de que juízos numéricos (como 7+5) são sintéticos a priori, Frege tem uma visão da definição de Kant de analítico de acordo com a qual é possível conhecer objetos que não são percetíveis pelos sentidos ou pela intuição apenas pela razão. É esta visão que está na base da motivação de Frege para o seu programa logicista. De acordo com o programa logicista de Frege, os números são objetos conhecidos exclusivamente pelas suas propriedades, sem ligação com qualquer representação (sensorial ou intuitiva). A visão de Frege permite-nos pensar que Kant poderia ter chegado a este resultado com a sua noção de analítico não fosse o seu compromisso com a noção de conceitos enquanto representações que são os blocos de construção dos pensamentos. Em vez disso, Frege propõe que novos conceitos podem ser descobertos na decomposição de pensamentos e que esta descoberta é uma tarefa para a lógica em exclusivo. Sendo uma tarefa da lógica em exclusivo é precisamente o sentido de analítico de Kant. O que a visão de Frege acrescenta ao analítico de Kant é, então, que pode ser uma fonte de conhecimento.


Palabras clave


Frege, Kant, analítico, logicismo, fundamentos da aritmética, conceito, juízo

Texto completo:

PDF HTML

Referencias


BEANEY 1997 / Michael Beaney (ed.), The Frege Reader, Blackwell Publishers, Oxford, 1997.

DUMMETT 1993 / Michael Dummett, Origins of Analytical Philosophy, Harvard University Press, Cambridge Massachusetts, 1993.

FREGE 1992 / Gottlob Frege, Os Fundamentos da Aritmética, uma investigação lógico-matemática acerca do conceito de número (Trad.: António Zilhão), Imprensa Nacional – Casa da Moeda, Estudos Gerais Série Universitária • Clássicos da Filosofia, 1992.

KANT 2001 / Immanuel Kant, Crítica da Razão Pura (Trad.: Manuela Pinto dos Santos e António Fradique Morujão), Serviço de Educação e Bolsas, Fundação Calouste Gulbenkian, 2001.

WILSON 2008 / Mark Wilson, "Frege's mathematical setting" in Michael Potter e Tom Ricketts (ed.), The Cambridge Companion to Frege, Cambridge University Press, 2010.

ZALTA 2014 / Edward N. Zalta, "Gottlob Frege", The Stanford Encyclopedia of Philosophy (Spring 2014 Edition), Edward N. Zalta (ed.), URL =.




DOI: https://doi.org/10.5281/zenodo.1095683

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.
Utilizamos cookies propias y de terceros para realizar análisis de uso y de medición de nuestra web para mejorar nuestros servicios. Si continua navegando, consideramos que acepta su uso.


Creative Commons by-nc 3.0 Logo

ISSN: 2386-7655

URL: http://con-textoskantianos.net

DOAJ LogoErih Plus LogoCitefactor logoredib Logo
LatIndex LogoISOC Logo MIAR Logo
SHERPA/RoMEO Logo
MLA LogoZenodo Logo
ESCI LogoEBSCO LOGOWeb of Sciencescopus logo